• Diferencial EJ

Manutenção Corretiva


A manutenção corretiva sempre é executada após o acontecimento da falha. Em primeiro instante, a opção pela utilização deste método de manutenção deve levar em conta fatores econômicos: é mais barato consertar uma falha ou tomar uma ação preventiva.


Caso a resposta seja a primeira opção, a manutenção corretiva é uma boa opção. Contudo, deve-se levar em conta também as perdas por paradas na produção, pois a manutenção corretiva pode acabar saindo muito mais cara do que imaginávamos em princípio.


Baseando-se apenas do ponto de vista da manutenção, a corretiva é mais barata do que prevenir as falhas nos equipamentos. Em contrapartida, também pode acarretar grandes perdas por interrupção na produção. Outros fatores relevantes que devem ser levados em conta antes de se optar pela manutenção corretiva são:

  • Existem ações preventivas que podem ser tomadas para evitar a ocorrência da falha no equipamento? Estas ações são tecnicamente viáveis e econômicas? Se não houver ações preventivas viáveis e econômicas, a manutenção corretiva pode ser um método de manutenção adequado.

  • Existem muitos casos, como é difícil prever o momento de ocorrência da falha, existe a possibilidade de haver interrupções da produção de forma inesperada. Se esta interrupção for muito longa, pode acarretar em prejuízos significativos para a empresa.

  • Caso seja optado pela manutenção corretiva para algumas partes menos críticas do equipamento, é preciso ter os recursos necessários – peças de reposição, mão-de-obra e ferramental – para que se possa agir rapidamente, tendo como objetivo reduzir possíveis impactos da falha na produção. Existem casos em que é mais vantajoso ter componentes montados em estoque para substituição rápida na área. O reparo do componente danificado poderá ser feito posteriormente.

Vale ressaltar também que, mesmo a manutenção corretiva tendo sido escolhida por ser mais vantajosa, não podemos simplesmente aceitar a ocorrência de falhas recorrentes e, portanto, como algo natural.


Um ponto extremamente fundamental, mesmo no caso da manutenção corretiva, é tentar identificar ao máximo as causas que venham a provocar a falha e bloqueá-las, assim, evitando sua reincidência.

--

Possui algum problema com paradas inesperadas na produção? Está tendo muito gasto com manutenção? Entre em contato conosco, temos a solução para sua empresa.


Crédito: Gerenciamento da Manutenção Produtiva - Harilaus G. Xenos.